Roma Editora

30.20€

Obra Selecta (4º Volume)
[João Francisco Marques (1929-2015)]

Obra Selecta (4º Volume)
O historiador João Francisco Marques é o que podemos chamar um investigador de “águas profundas”. Tornou-se um daqueles pilares fundamentais, e subterrâneos, de edifícios intelectualmente erguidos e preparados durante muitos anos e que se vieram a tornar obras de referência incontornáveis. Embora sendo uma pedra angular que ficou pouco visível, sem ele essas imponentes obras não teriam nem a dimensão, nem a profundidade, nem o rigor e, menos ainda, a abrangência de temas e problemas que apresentam. João Francisco Marques enquanto historiador, formado em Coimbra e em Paris, afirmou-se em Portugal como um qualificado discípulo do historiador francês Jean Delumeau. Deixou-nos estudos de fundo e projetos de sistematização geral muito úteis para conhecermos filões pouco estudados da herança cultural portuguesa, tendo como pano de fundo a dimensão modeladora do cristianismo e de tudo o que ao fenómeno religioso concerne, com especial destaque para o papel da oratória sacra e a influência política dos confessores e conselheiros religiosos, especialmente oriundos do clero regular, na determinação das orientações governativas dos monarcas e de diversos polos onde se exercia o poder em Portugal. A publicação de mais um volume da sua obra seleta continua o desiderato de reunir e sistematizar em torno de grandes eixos temáticos os seus diversíssimos estudos que nos legou, mas que deixou dispersos. A sua morte recente deixou ainda mais viva a obrigação de continuar este trabalho editorial de grande valia e que se constitui como o melhor preito de gratidão que lhe podemos dedicar. Na verdade, João Francisco Marques não foi só um grande professor e mestre da investigação histórica, foi acima de tudo um amigo e um companheiro. Deixou-nos aquele rasto de luz, de entusiasmo e de sabedoria que só os grandes mestres sabem deixar. Foi mestre de muitos colegas nossos que dele beberam o saber histórico e o saber da vida vivida como de uma fonte que jorrava abundante. É desta água límpida de conhecimento que continuaremos a beber com grande proveito na sua obra que está sendo reunida e disponibilizada ao grande público.

José Eduardo Franco
Comentários
Pesquisa Rápida
 
Utilize palavras chave para pesquisar Artigos.
Pesquisa avançada
Idiomas
Portugues English